«

»

abr 03

O que é plástico oxi-biodegradável?

Os plásticos já se tornaram parte da vida diária. Suas infinitas utilizações e os produtos que foram desenvolvidos mudaram nossas vidas, mas criaram um problema muito maior: o descarte. Os numerosos produtos usados diariamente (geralmente os produtos descartáveis) somaram-se ao problema da poluição. O desenvolvimento do TDPA® (aditivo plástico totalmente degradável) pode, com efeito, enfrentar a questão do descarte de plásticos, fornecendo aditivos aos fabricantes para criar produtos de plástico degradável e biodegradável.

A tecnologia oxi-biodegradável foi desenvolvida pela EPI usando aditivos TDPA® que, quando adicionados às resinas plásticas das mercadorias (PP, PE, OS) e seus co-polímeros, em várias áreas, cria produtos degradáveis, biodegradáveis e econômicos. Processados em máquinas de fabricação padrão, os plásticos que contêm TDPA® mantêm o mesmo desempenho e as mesmas características dos produtos que os plásticos não degradáveis por um período controlado (duração) até que a degradação seja iniciada por um ou todos os fatores de desencadeamento – calor, luz solar ou aumento do desgaste mecânico. Os produtos plásticos à base de TDPA® irão degradar e finalmente biodegradar em curto espaço de tempo, sem deixar resíduos nocivos ao meio ambiente. Após a conclusão da biodegradação, somente restarão dióxido de carbono, água e biomassa, elementos esses que são parte do biociclo normal.

Exemplos de produtos fabricados com plástico Oxi-Biodegradável: sacos para lixo, luvas, sacolas de compras, sacolas para supermercados, farmácias e comércio em geral, copos, talheres, bandejas, envelopes, frascos, potes, tampas, filmes para agricultura etc.

A necessidade dos supermercados e lojas fornecerem sacolas e outros itens plásticos a seus clientes, permanece, mas a inércia deste setor é tanta que os empresários continuarão a fornecer sacolas de plástico convencional, a menos que os governos as proíbam ou proporcionem incentivos financeiros para o uso da alternativa oxi-biodegradável, mais benéfica ao meio ambiente, como fez a Comunidade Européia e o Brasil há alguns anos com a gasolina sem chumbo. A Irlanda introduziu um imposto sobre as sacolas plásticas de compras em março de 2002. Isto diminuiu significativamente o número de sacolas em circulação, mas um número muito grande de sacolas de plástico convencional ainda está sendo fornecido em lojas e supermercados. O governo Irlandês perdeu a oportunidade de encorajar ou exigir uma mudança para materiais oxi-biodegradáveis. No entanto, medidas foram tomadas por vários outros governos, em todo o mundo, para encorajar o uso de plásticos degradáveis.

Na Índia, a legislação prevê a certificação de biodegradabilidade por laboratórios aprovados por órgãos governamentais, e que o uso de sacolas não biodegradáveis se torne um delito passível de penalidade. Em 7 de janeiro de 2005, Malta decidiu pela incidência de alíquotas menores sobre sacolas feitas de plástico degradável, e Barbados cobra uma sobretaxa de 60% sobre importações de sacolas de plástico não degradável de fora da CARICOM, mas apenas 15% sobre sacolas de plástico oxi-biodegradável.

Nas Ilhas Maurício foi proibida a importação ou fabricação local de sacolas plásticas não degradáveis e a legislação especifica que apenas o plástico oxi-biodegradável pode ser considerado degradável. Mais recentemente o Estado de Mendonça, na Argentina, aprovou lei que proíbe a distribuição de sacolas plásticas de compras pelos supermercados e lojas daquele estado. As sacolas permitidas são de papel ou sacolas biodegradáveis.

Atualmente, no Brasil e no mundo, supermercados, redes de farmácias, comércio em geral, indústrias de cosméticos (entre elas a Natura e o Boticário), bancos, condomínios, escolas, escritórios, shopping centers, indústrias, setores de vestuário, alimentício, entre tantos, utilizam embalagens oxi-biodegradáveis.

 

2 comentários

  1. Yadira

    Hi, Neat post. There’s a problem together with your website in internet explorer, would check this… IE nonetheless is the marketplace leader and a large component of people will miss your fantastic writing due to this problem.

  2. Bobbye

    I’d should examine with you here. Which isn’t something I usually do! I get pleasure from studying a post that may make people think. Also, thanks for permitting me to comment!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>