«

»

jun 02

Mudas nativas?

Normas legais impõem o uso exclusivo de espécies nativas em plantios para fins de compensação.

Em SP, temos a Resolução SMA nº 07/2017.

Há uma Lei Federal menos restritiva que regulamenta a atividade (Lei Federal nº 12.651 de 2012), a Lei de Proteção da Vegetação Nativa.

Abaixo, temos a Sorocea bonplandii (falsa-espinheira-santa; à esquerda) e Maytenus aquifolia (espinheira-santa; à direita). São duas espécies nativas comumente confundidas por viveiristas, paisagistas e profissionais.

Estamos preparados para atender à demanda de plantios exclusivos de espécies nativas de ocorrência local constatada?

Estas duas espécies são muito parecidas, mas possuem distribuição geográfica bem distintas! Mas será que estamos suficientemente amparados e capacitados para diferenciar mudas de espécies nativas morfologicamente parecidas?

Às vezes nos preocupamos apenas com as exóticas e esquecemos que as nativas não-regionais podem nos trazer problemas de invasão local, prejudicando o restabelecimento dos processos ecológicos!

Tantas perguntas passam pela nossa cabeça quando vamos realizar um projeto de restauração, não acham?

Matéria original: www.mudacerta.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>